Remédios para Emagrecer – Funcionam Mesmo? Saiba a Verdade!

Com nomes impronunciáveis e folhetos em inglês e até chinês, os remédios para emagrecer abundam na Internet e prometem tornar realidade os sonhos estéticos mais exigentes: queimam a gordura, que diminuem o apetite, curar a prisão de ventre, não têm efeito rebote, que são naturais e fazem você perder uma dúzia de quilos em um mês sem fazer nenhum sacrifício. Vários milagres pelo preço de um.

remédios para emagrecer funcionam

A publicidade de emagrecimento é tentadora e muitas pessoas se animam a fazer a prova. Samanta Leão (nome fictício) tem 39 anos e passou mais da metade de sua vida consumindo remédios para emagrecer. “Tomo um mês, descanso cerca de três ou cinco meses e volto a começar”, explica e calcula que já provou ao menos dez tipos diferentes de medicamentos e que muitos deles deram bom resultado.

Mas nem tudo sempre foi cor-de-rosa nesse pêndulo de comprimidos e de abstinência. Algumas vezes tomou remédios para perder peso receitados por um médico, outras vezes repetiu o mesmo tratamento por sua conta e outras provou que alguém de confiança lhe recomendou.

Uma vez, quando tomou os comprimidos cujo nome não se lembra (mas eram “as que tomava todo o mundo”), teve que sair depois de três dias, porque doía muito a cabeça, sentia-se tonta e lhe provocaram náuseas: três sintomas que alertam o dano desses produtos.

Efeitos Colaterais

Dra. Fernanda, nutricionista, explica que este tipo de remédio para emagrecer pode causar doenças cardiovasculares, hepáticas, dores de cabeça, hipertensão arterial, náuseas, aumento do ritmo cardíaco, entre outros males, e que o risco aumenta quando os pacientes têm uma doença. Por isso, recomenda-se visitar um especialista e realizar exames médicos prévios ao tratamento, pois o paciente pode não saber que tem alguma doença ou quanto poderia se complicar com os comprimidos.

Apesar de que esse aviso está escrito nas caixas de alguns remédios para emagrecer, muitas pessoas passam por alto. Simplesmente ouvir a recomendação de alguém que lhe assentaram-se bem, fazem uma revisão rápida de suas propriedades na internet (lugar onde se fala de tudo) e os compram.

Alguns remédios para emagrecer têm nome estranho, a um alfabeto legível e com algumas fotos que aos olhos de um conservador são montagem, são vendidos em mercados e através de redes sociais, onde é feito o contato por mensagem e a entrega é a domicilio sem custo adicional.

Muitos destes produtos não estão autorizados para venda pela Anvisa. As autoridades devem realizar controles quase diariamente em farmácias, as lojas e na internet que são encarregadas de vender remédios para emagrecer.

Esse tipo de operação requer a presença de várias instituições (Ministério público, Prefeitos, Governadores e o Comando da Polícia). Por falta de coordenação e a frequente mudança de autoridades em algumas dessas entidades não acontecem com tanta frequência como deveria, explica Currais.

No ano passado, apreendeu 2.800 remédios para emagrecer de sibutramina no Brasil e, apesar de ter tentado pegar desprevenidos para outros vendedores, não puderam retirar do mercado o mais comprimidos.

A única forma de saber se um remédio para emagrecer é aprovado, é ver que conte com o serviço privado de saúde, mas nem as farmácias são garantia. Há algumas, explica Cristina, que compram na feira e vendem em farmácias, admitindo que “é cada vez dão menos esses casos”

Remédios para Emagrecer – Funciona Mesmo

quitoplan funciona mesmo yahooO culto da beleza é cheio de “marketing”. “Não existe uma pílula mágica para emagrecer“, diz, taxativa Dra Fernanda.

Se bem que assegura que existem alguns remédios para emagrecer que podem ajudar no tratamento contra a obesidade, devem ser prescritos individualmente para cada paciente levando-se em conta os seus antecedentes médicos, doenças e patologias.

A especialista aponta que os remédios para emagrecer que são vendidos pela internet podem reduzir o peso, mas que o efeito é de curto prazo e que, se não se muda o estilo de vida a batalha contra o excesso de peso está perdida.

Para gozar de boa saúde, a dieta para perder peso deve ser variada, tem que conter:

  • legumes;
  • frutas;
  • legumes;
  • proteínas;
  • carboidratos;
  • gorduras saudáveis (como as de frutos secos, peixe ou óleo de oliva);
  • diminuir o consumo de açúcar e sal.

Uma dieta equilibrada, combinada com oito horas de sono diárias e exercício físico regular e moderado, garantem que você não vai precisar recorrer a comprimidos, orações, nenhum milagre vai secar a barriga.

Se, apesar de tudo, o excesso de peso é um problema, a doutora Fernanda recomenda visitar um médico para identificar a origem do problema e encontrar uma solução saudável.

Saiba mais: https://www.instagram.com/drafernandagranja/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *