Hipertensão e Obesidade: Relação, Consequências e Tratamento

hipertensão obesidadeÉ frequente a associação de hipertensão e obesidade?

A frequência de aparecimento de hipertensão arterial entre as pessoas com obesidade é entre 2-3 vezes maior do que entre as que se encontrem dentro do seu peso ideal. Por sua vez, entre os hipertensos, a frequência de obesos é muito maior.

O influencia da obesidade na hipertensão arterial?

À medida que aumenta o peso se elevam os valores de pressão arterial e isso é muito mais evidente em menores de 40 anos e nas mulheres.

A queda da hipertensão arterial é conseguida conforme a quantidade de peso que se perde, se este se recupera e é independente do que se reduza o consumo de sal.

Obesidade e a Distribuição de gordura corporal

A distribuição da gordura corporal influencia o prognóstico de causas da obesidade e outras doenças, como a hipertensão e o diabetes.

Se você distribui-se principalmente no tronco e abdômen, o risco de doença cardiovascular será maior do que se acumula principalmente nos quadris, coxas e nádegas.

Hipertensão e Obesidade – Por que é importante que hipertensos obesos percam peso?

A redução de peso é um dos fatores mais importantes do tratamento da hipertensão arterial, é mais, em muitos pacientes constitui o único tratamento, não sendo necessário adicionar medicação.

Uma perda de 3 a 4 Kg, embora não se alcance o peso ideal, repercute de forma importante na:

  • Controlo da tensão arterial.
  • Melhora a resposta ao tratamento farmacológico da hipertensão.
  • Melhora a tolerância à glicose.
  • Auxilia a regular os níveis de colesterol e ácido úrico.
  • Facilita o trabalho cardíaco e a respiração.

Dieta para Controlar Hipertensão e Obesidade

  • Antes de começar um regime alimentar, você deve consultar com um profissional titulado e especializado.
  • Tente conhecer a causa do seu aumento de peso, se bem é verdade que a hereditariedade é importante e existem doenças que também podem causá-lo, não se esqueça de que a causa mais frequente são os maus hábitos alimentares.
  • Escolha o momento certo para iniciar a dieta, é importante o estado de ânimo para colocá-la em prática e isso só o conhece você.
  • Selecione a dieta que mais combinar com os seus gostos pessoais, não acredita dietas mágicas.
  • Quando decidir colocá-la em prática, não se lasque, por qualquer motivo, uma azeitona ou uma amêndoa podem ser o motivo do fracasso, não conseguindo atingir o peso desejado.
  • Não use a comida como válvula de escape nenhum problema, não só não vai resolver, mas vai adicionar um novo ao que já tinha.
  • É importante acompanhar sempre a dieta, exercício físico, além de aumentar o gasto energético, para o qual serve qualquer tipo de atividade física, como caminhar ou subir e descer escadas.
  • Coma tranquilamente, mastigue devagar e não faça outras coisas enquanto come (por exemplo, ver tv). Evite o excesso de descanso após as refeições.
    Durma em média 8 horas diárias. É essencial dormir bem para manter o ritmo de uma dieta de emagrecimento.
  • Motivar-se continuamente, lembre-se de que está a fazer dieta porque quer fazê-lo e que é um ato voluntário de sua parte.

Leia também: Hipertensão ou Pressão Alta – Principais Causas e Sintomas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *